02/11/2011

Número de Regiões de um Plano Determinado por um Número de Retas

Neste post, vamos estudar um teorema interessante da Geometria Plana onde um número de retas passando por um plano, determinam regiões distintas.

Teorema 1: O número máximo LN de regiões de um plano definidas por N retas é dado por:

clip_image002

Posição Geral de Retas

Definição 1: Dizemos que um conjunto de N retas de um plano estão em posição geral se não existirem retas paralelas e se não houverem três retas concorrendo num mesmo ponto.

Desta forma, podemos ter:

image Agora, vamos supor que a fórmula dada no teorema 1 é válida para todo N. Desta forma, um plano sem retas teria N = 0:

image Se adicionarmos uma nova reta em posição geral num plano, fica fácil observar que o plano será seccionado em duas partes:

image Adicionando uma nova reta em posição geral, obtemos:

imageE para o caso de três retas:

imagePara N = 1, 2, 3, 4, ..., N gera a sequência (A000124):

1, 2, 4, 7, 11, 16, 22, 29, 37, 46, 56, 67, 79, 92, 106, 121, 137, 154, 172, 191, 211, 232, 254, 277, 301, 326, 352, 379, 407, 436, 466, 497, 529, 562, 596, 631, 667, 704, 742, 781, 821, 862, 904, 947, 991, 1036, 1082, 1129, 1177, 1226, 1276, 1327, 1379, ...

Já para o caso de N + 1 retas em posição geral, temos:

clip_image002[4]

Demonstração:

Por hipótese, temos que para todo N é válida a relação:

clip_image002[8]

O que queremos demonstrar é que se a relação é válida para N retas também será válida para N + 1 retas.

Considere um conjunto R de N retas em posição geral num plano dado. Se adicionarmos uma nova reta, denominada por r, teremos um conjunto R' contendo N + 1 retas.

Mediante a isso, obtemos duas propriedades interessantes:

Propriedade 1: Uma reta r em posição geral num plano intersecta outras N retas de um conjunto R de retas em N pontos distintos.

image Propriedade 2: Uma reta r em posição geral num plano que obedece à propriedade 1, intersecta N + 1 regiões deste plano, dividindo cada uma delas em duas partes.

image Desta forma, se considerarmos a relação (1) e o fato de que uma reta r divide as N +1 regiões do plano que conte o conjunto R de N retas em duas partes, o conjunto R' de N + 1 retas deverá conter N +1 regiões:

clip_image002[10]

Substituímos a relação (1) em (2):

clip_image002[12]

clip_image004

clip_image006

clip_image008

Comprovando que o teorema é válido também para N + 1 retas.


Veja mais:

Teorema do Ângulo Inscrito
Teorema de Pitágoras Segundo Euclides
Reta Tangente a uma Curva
A Fórmula de Pick e a Aproximação de PI

2 comentários:

  1. Olá Kleber,

    estou com uma dúvida.

    Supondo que eu tenha uma região retangular e trace duas retas paralelas entre elas e secantes ao retângulo, terei o retângulo dividido em 3 regiões e não 4.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Olá MCarsten. Veja que pela definição 1, não podemos ter retas paralelas ou três retas concorrendo um mesmo ponto. Veja:

    Posição Geral de Retas

    Definição 1: Dizemos que um conjunto de N retas de um plano estão em posição geral se não existirem retas paralelas e se não houverem três retas concorrendo num mesmo ponto.

    Obrigado pela visita e comentário.

    Um abraço!

    ResponderExcluir

Por favor, leiam antes de comentar:

▪ Escreva um comentário apenas referente ao tema;

▪ Para demais, utilize o formulário de contato;

▪ Comentários ofensivos ou spans não serão publicados;

▪ Desde o dia 23/07/2013, todos os comentários passaram a ser moderados. Para maiores detalhes, veja a nota de moderação aqui;

▪ É possível escrever fórmulas em $\LaTeX$ nos comentários deste blog graças a um script da Mathjax. Para fórmulas inline ou alinhadas à esquerda, escreva a fórmula entre os símbolos de $\$$; Para fórmulas centralizadas, utilize o símbolo duplo $\$\$$.

Por exemplo, a^2 + b^2 = c^2 entre os símbolos de $\$\$$, gera:
$$a^2+b^2=c^2$$
▪ Para visualizar as fórmulas em $\LaTeX$ antes de publicá-las, acessem este link.

Redes Sociais

Arquivo do Blog

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...