02/04/2011

Uma Série Infinita para a Função Arco seno

A partir de um cubo de arestas a, como encontrar o ângulo φ formado entre a diagonal da face e a diagonal principal do cubo? Primeiramente, considere o cubo abaixo:

image [Figura 1 – Cubo]

Aplicando o Teorema Pitagórico, conseguimos determinar os valores das diagonais d e D:

clip_image002

clip_image004

clip_image006

clip_image008

clip_image010

clip_image012

clip_image014

Pelas relações trigonométricas, conseguimos obter:

clip_image016

clip_image018

clip_image020

Então, o arco cujo seno éclip_image022 é φ. Ou melhor, o arco seno de φ é clip_image022[1].

Para determinarmos o valor de φ, podemos fazer uso de séries infinitas. Pelo Binômio de Newton, temos que:

clip_image024

Para N = – 1/2, temos:

clip_image026

Se trocarmos x por – x2 obteremos:

clip_image028

clip_image002

Para clip_image032, integrando termo a termo de 0 a θ, temos:

clip_image002[4]

clip_image034

Se clip_image036 então:

clip_image038

clip_image040

clip_image042

Então, o arco cujo seno é clip_image022[2] é aproximadamente 0,6151911. Fazendo uma transformação de radianos para graus, usamos a relação:

clip_image044

Logo, o ângulo φ formado entre a diagonal da face do cubo com sua diagonal principal é aproximadamente 35,247853624°.

O valor correto do clip_image046

O erro relativo percentual é dado por:

clip_image048

Onde clip_image050 é o valor aproximado e L é o valor real. Temos:

clip_image052

Fica claro que, se tomarmos mais termos na série infinita acima, melhoramos ainda mais a aproximação.


Veja mais:

A Série de Maclaurin e o Binômio de Newton
Expansão em Série de Taylor
Newton e a Série Infinita para PI
Demonstração da Identidade de Euler

COMO REFERENCIAR ESSE ARTIGO: Título: Uma Série Infinita para a Função Arco seno. Publicado por Kleber Kilhian em 02/04/2011. URL: . Leia os Termos de uso.


Siga também o blog pelo canal no Telegram.
Achou algum link quebrado? Por favor, entre em contato para reportar o erro.
Leia a política de moderação do blog. Para escrever em $\LaTeX$ nos comentários, saiba mais em latex.obaricentrodamente.com.

12 comentários:

  1. O post ficou muito interessante, pois para calcular o ângulo usamos uma ferramenta distinta da calculadora científica, valorizando as séries infinitas e suas aplicações. Acharia melhor escrever na expressão (9), as frações na forma 3/8 = 1.3/(2.4), 15/48 = (1.3.5)/(2.4.6), mostrando um padrão aritmético na formação desses coeficientes. Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Certo Paulo, em breve faço a alteração.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Me pareceu arbitrário ou forçoso estipular o valor de N=-1/2 e x=-x². Existe algum motivo especial pra esta substituição ?

    Vou procurar se neste blog há algo sobre desenvolvimento em séries de potências pra relembrar. É um assunto que acho bem interessante.

    Chacon Alex.

    ResponderExcluir
  4. São valores convenientes para os cálculos. Veja pela expressão (6) que se N assume valores inteiros, a potência é trivial. A substituição de $x$ por $-x^2$ se deve por ser conhecida a integral:
    $\int \frac{du}{\sqrt {a^2-u^2}}=\arcsin \frac{u}{a}+c, u^2<a^2$
    Obrigado pelo comentário. Um abraço!

    ResponderExcluir
  5. Taí uma coisa que nunca parei para pensar que é este ângulo formado entre a diagonal menor e a maior do cubo. Realmente a matemática é rica em sutilezas desconhecidas. O método que etilizou para calcular este ângulo foi muito elegante, parabéns.

    ResponderExcluir
  6. Pois é. Coisas desse tipo às vezes a gente nem dá a devida atenção. Fiquei com isso muito tempo na cabeça até que resolvi fazer o artigo.

    Obrigado pela visita. Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Agora compreendi o processo. Houve uma espécie de indução para transformar a série na integral arco-seno. Não me lembrava desta integral.
    Valeram as explicações.


    Chacon Alex.

    ResponderExcluir
  8. Acho que teve um engano na integração em (8). onde tá (15/48)x^5 sua integral não seria (15/48)θ^6/6 ?
    É que lá está escrito na passagem (9): (15/48)θ^7/7


    Chacon Alex.

    ResponderExcluir
  9. Olá Chacon, obrigado por indicar o erro. Na verdade, o que estava errado era o exponte "5" que deveria ser "6" na relação (8). Foi um erro cometido na digitação da fórmula, que não interferiu no desenvolvimento subsequente.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  10. Como chegar a fórmula de arcosen x pela série?

    ResponderExcluir
  11. Estava justamente procurando uma serie dessas para calcular arco seno, não é muito fácil achar isso na internet. Achei que seria algo tipo série de Fourier, em analogia ao cálculo de seno.
    Muito obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo, fico feliz que tenha lhe ajudado. Obrigado pelo seu comentário. Um abraço!

      Excluir

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Pesquise no blog